Os vereadores Dilemário Alencar (Podemos) e Michelly Alencar (DEM) visitaram neste sábado (19), o estádio presidente Eurico Gaspar Dutra, o Dutrinha, para fiscalizar a obra do estádio que está interditado desde fevereiro de 2015, devido a falta de segurança. O local estava cotado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) como sede do jogo entre Cuiabá e Grêmio, neste domingo (20), pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro de Futebol, devido ao fato da Arena Pantanal estar sediando os jogos da Copa América.

Por meio de vídeo, os parlamentares registraram em suas redes sociais que, apesar da prefeitura ter gasto R$ 2 milhões de reais em obras, o estádio está em condições inadequadas para sediar os jogos, inclusive, a CBF usou o gramado como motivo para adiar o jogo no Dutrinha. Através de um ofício, a comissão afirmou que “o gramado do estádio se encontra fora dos padrões para partidas do campeonato na data de hoje, fato que se agravará com a utilização do estádio até data da partida”.

Só lembrando que, essa reforma começou em fevereiro de 2019, foi feita em três etapas e, agora, nós estamos em junho de 2021, depois de todos esses anos, a gente encontra uma obra de péssima qualidade

Lembrando que, em abril de 2020, a Secretaria de Serviços Urbanos iniciou a retirada do gramado para a implantação do sistema novo de drenagem e irrigação, que tinha como objetivo diminuir os custos de manutenção e consumo de água. O novo gramado seria padrão grama Esmeralda para garantir iluminação adequada para jogadores, torcida e também para transmissão em veículos de comunicação, os postes foram realocados.

Ainda na postagem, a vereadora Michelly Alencar pontuou que além do gramado, toda a estrutura do local está em péssimas condições, incluindo, pintura e obras estruturais de reforma. Constatando que, apesar da reforma ter sido dividida em três etapas que compreendeu a readequação de todo o espaço, a mudança de posicionamento dos postes de iluminação e troca do gramado e, por fim,  a construção do novo muro e modernização dos vestiários, o estádio não obtinha condições de sedir os jogos.

“Só lembrando que, essa reforma começou em fevereiro de 2019, foi feita em três etapas e, agora, nós estamos em junho de 2021, depois de todos esses anos, a gente encontra uma obra de péssima qualidade”, esclarece Michelly.

O palco esportivo foi interditado durante seis anos e, atualmente, passou por uma reforma, por isso, Dilemário pontuou que a população esperava que o lendário Dutrinha pudesse servir como sede do campeonato. Relembrando, inclusive, que o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) fez uma festa para anunciar que o estádio teria o jogo da série A entre Cuiabá e Grêmio.

Ao final da publicação, em tom de brincadeira, os parlamentares afirmaram que, agora, para tirar a dúvida se essa obra estava pronta ou não para receber o jogo da série A, o prefeito terá que chamar o Árbitro assistente de vídeo (‘VAR’).

Veja vídeo