Empresa Gazprom anunciou a interrupção do fornecimento alegando que não recebeu o pagamento pelo produto; presidente da Comissão Europeia disse que uma ‘resposta está sendo elaborada’

A suspensão do fornecimento de gás russo para a Bulgária e Polônia não repercutiu bem na União Europeia que classificou o ato como “chantagem”. Por meio do Twitter, a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, declarou: “o anúncio da Gazprom é uma nova tentativa da Rússia de fazer chantagem com o gás. Estamos preparados para este cenário”. Ela ainda enfatizou que uma resposta está sendo elaborada e mandou um recado para os europeus, dizendo que eles “podem ter certeza de que estamos unidos e somos solidários com os Estados-membros afetados”. A União Europeia afirmou que está preparada para a eventual interrupção do gás russo e elabora uma resposta coordenada.