logo

Embora o governador Mauro Mendes (DEM) não tenha confirmado se disputará à reeleição em 2022, o democrata mantém intacto o mesmo arco de aliança que o elegeu em 2018 e atualmente trabalha para ampliar o seu grupo político.

Em entrevista ao Programa Opinião (TV Pantanal, canal 22), o secretário-chefe da Casa Civil Mauro Carvalho declarou que além de manter a base aliada unidade, o chefe do Executivo possui todas as credenciais para encabeçar uma recandidatara no próximo pleito.

“Política se faz com grupos e o tempo todo nós estamos agregando mais lideranças e fortalecendo o nosso grupo político. O principal é manter o grupo que elegeu o governador Mauro Mendes, nós não temos nenhum problema na coligação que foi formada em 2018, ela continua intacta e coesa. Temos também pessoas que agregaram no meio do caminho e são bem vindas”, expressou.

A fala ocorreu quando Carvalho, que também é filiado ao DEM, comentava sobre as articulações do governador para uma possível reeleição. O assunto ainda é evitado por Mendes, que justifica estar trabalhando para “consertar” o Estado e garante que só dará uma definição em abril 2022.

Contudo, nos bastidores, o grupo do governador vem ganhando reforços. A articulação mais recente trouxe o Partido Social Liberal (PSL) para a base de sustentação do governo na Assembleia Legislativa. Outro partido aliado,  o Progressista,  tenta viabilizar a candidatura do deputado federal Neri Geller ao Senado no mesmo arco de aliança do comandante do Palácio Paiguás.

“O governador reúne todas as condições para ser candidato a reeleição em 2022. Ele tem o credenciamento para isso pela suas decisões, pela sua gestão, pela forma que ele tem gerido esse Estado. Só que essa decisão só será em abril do ano que vem, seria muito prematuro o governador lançar uma candidatura no meio de uma pandemia de uma eleição que só vai acontecer no ano que vem”, complementou.

Relação com o MDB
Mauro Carvalho também negou qualquer atrito com o Movimento Democrático Brasileiro (MDB), que compôs o arco de aliança que elegeu Mauro Mendes nas ultimas eleições. Recentemente a deputada Janaina Riva (MDB) colocou em “xeque” a permanência no MDB na base do governo após o gestor estadual direcionar críticas a ALMT.

“Realmente, a deputada fez as suas colocações, mas em nenhum momento ela colocou em dúvida a base do governo. Muito pelo contrário, ela faz suas criticas pontuais, suas sugestões e nós respeitamos. Mas em nenhum momento ela colocou qualquer dúvida sobre essa aliança”, finalizou.