A Prefeitura de Várzea Grande abriu na noite desta segunda-feira (07.06) o cadastro para pessoas entre 50 e 54 anos sem comorbidades receberem a vacina contra a covid-19. Ainda não há data definida para que este grupo seja imunizado, mas a expectativa é que isso ocorra nas próximas semanas.

Neste momento, além dos grupos prioritários anteriores, estão sendo vacinadas pessoas de 55 a 59 anos sem comorbidades e profissionais da limpeza urbana.

As inscrições podem ser feitas através do site oficial do município neste link. Após o cadastro, a pessoa poderá consultar, através do número do seu CPF, o seu agendamento da vacinação contra a covid-19 com o prazo de até três dias úteis. No site será possível checar data, horário o local em que o cidadão receberá a imunização.

Caso haja falha no sistema, e após esse período ainda não constar o agendamento, é necessário entrar em contato com as equipes de agendamento pelo número gratuito 0800 647 4121. Para receber a dose, a Prefeitura ressalta que é obrigatória a apresentação de documento com foto, cartão do SUS e comprovante de endereço.

Nesta terça-feira (08.06) tem início a vacinação dos profissionais de limpeza urbana e coleta de lixo do município. Gonçalo de Barros, secretário municipal de Saúde, afirmou que para vacinar os garis estabeleceu parceria com a Secretaria Municipal de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana, que junto às empresas prestadoras de serviços, controlam a lista de quem realmente vão vacinar, preenchendo os critérios e regras da Campanha de Vacinação, além dos efetivos da Secretaria.

Sobre a inclusão dos garis e demais profissionais da limpeza urbana e da coleta de lixo no rol de prioritários no plano de vacinação, o secretário afirma que esses profissionais executam suas atribuições mediante amplo contato com a população. “Fato esse que, além de expô-los demasiadamente ao contágio, os torna potenciais propagadores involuntários do vírus, e necessitam serem imunizados, principalmente pelas atribuições de suas funções, que são consideradas de utilidade pública”.