As vendas do varejo em Mato Grosso fecharam o primeiro trimestre do ano com saldo negativo de 4,7%. Mas, a venda de veículos voltou a ter forte crescimento e segurou o saldo positivo no varejo ampliado. 

Levantamento divulgado nessa sexta-feira (8) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra que o varejo tradicional, lojas de roupa, calçado, etc., só conseguiu resultado positivo em março, 1%. 

Em janeiro, a queda foi de 8% e em fevereiro de 7% na comparação aos mesmos meses de 2020. Apesar do cenário, as vendas foram maiores em relação à virada do ano. 

O movimento de janeiro em relação a dezembro foi 7,7% menor. Mas, houve crescimento de 5,5% de janeiro para fevereiro e de 1% de fevereiro para março.  

Mato Grosso teve resultado contrário em março, na comparação nacional; enquanto a média do país recuou 0,6%, a estadual avançou 1%. 

A venda de carros e motos puxou para cima o saldo do varejo ampliado. No recorte com inclusão desses segmentos, o varejo encerrou o trimestre com alta de 5,5%. 

O movimento mais forte ocorreu também em março, mês em que as vendas ficaram 17% acima de março de 2020. Em fevereiro houve um tímido crescimento de 0,8%.