O presidente do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso (TCE-MT), conselheiro Guilherme Maluf, afirmou que a Secretaria de Controle Externo (Secex) do órgão está fazendo uma análise para descobrir os motivos para a alta taxa de mortalidade das UTIs para Covid-19 em Mato Grosso. Maluf disse que está assustado com os índices.

De acordo com o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso (SES-MT) de sexta-feira (5) a taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para Covid-19 está em 96,45%. Segundo o levantamento, 33 pessoas morreram pela doença de quinta (4) para sexta-feira (5).

O presidente do TCE, Guilherme Maluf, afirmou que a preocupação não deve ser apenas com a criação de mais leitos, mas sim com a qualidade do atendimento em cada UTI em Mato Grosso.

Ele disse que tem recebido dados sobre os índices de mortalidade nas UTIs e que isso o está assustando. Com base nisso Maluf determinou a realização de uma análise pela Secretaria de Controle Externo.

“A nossa Secex de Saúde está fazendo uma análise, que não adianta a gente colocar mais UTIs se nós não temos resolução em termos de índice de mortalidade dessas UTIs, que no meu modo de vista estão elevados […] Podem ser diversos os motivos, desde falta de insumo, ausência de respiradores, falta de mão de obra capacitada, enfim, é preciso fazer uma análise mesmo”.