Problemas auditivos podem causar isolamento e depressão, alerta fonoaudióloga Samia Ribeiro

Problemas do cotidiano como depressão, dificuldade de comunicação, isolamento e falta de auto-estima podem ser associados a dificuldades de audição, diz a fonoaudióloga especialista Samia Helena Ribeiro que atua na Audax Aparelhos Auditivos. Esses sinais devem ser acompanhados de perto pela própria pessoa e seus familiares.

De acordo com Samia, muitas pessoas não sabem que possuem problemas auditivos e com a dificuldade em entender e se comunicar, buscam se isolar, devido a falta de compreensão de pessoas que estão próximas a seu círculo social.

“Ter a boa audição é sinal de qualidade de vida e quando uma pessoa está ouvindo constantemente zumbidos, fazendo bastante leitura labial e com certa irritação devido a falta de compreensão, pode ser sinal de que ela deve procurar uma ajuda médica para resolver o quanto antes”, disse Samia.

Ribeiro lembra que se a pessoa acredita que possa ter problema auditivo, um médico otorrino deve ser procurado o quanto antes para que ele possa fazer uma avaliação e hoje existem diferentes tratamentos individualizados como o uso de remédios, implantes cocleares e o uso de aparelho auditivo que são pequenos e discretos.

“O apoio da família também é essencial para o tratamento do paciente que precisa de um cuidado a mais para recuperar aos poucos sua saúde auditiva, a compreensão dos fatos e a melhora gradativa na reinserção social e na qualidade de vida desta pessoa”, finaliza a fonoaudióloga, que atua há mais de 10 anos em Cuiabá.

Imprensa Conect