O Operário Ferroviário de Ponta Grossa calou mais de 41 mil torcedores presentes na Arena Pantanal, na noite deste sábado, e conquistou o título da Série C do Campeonato Brasileiro ao vencer o Cuiabá por 1 a 0.
Perder faz parte do futebol, mas o que deixou o técnico Itamar Schulle mais triste foi a quantidade de chances perdidas pelo Cuiabá na derrota por 1 a 0 para o Operário-PR, pela final da Série C do Campeonato Brasileiro. O Dourado ficou com o vice-campeonato no jogo que marcou recorde de público na história da Arena Pantanal.
Por jogar em casa, o Cuiabá teve mais posse de bola e criou muito mais chances de gol durante a partida. Porém, a falta de pontaria e a boa atuação do goleiro Simão do Operário Ferroviário, culminaram no réves do Dourado.
– O futebol é vencer. O Cuiabá merecia um resultado melhor pelo que fez e criou, sem dúvida, mas o futebol é assim, não é merecimento. É fazer o gol, e o adversário conseguiu fazer isso nas raras vezes que chegou. Já nós, nas várias que tivemos, esbarramos em uma noite inspiradíssima do goleiro, que sem dúvida foi o melhor em campo – lamentou o técnico Itamar.

Nossa equipe acompanhou tudo, o lamentável episodio de ficarmos sem energia por mais de 90 minutos, caberia até um remarcamento do jogo, sendo que a equipe perde o pique e o rendimento, o calor insuportável e a pressão em cima do jogadores. Acredito que tenha influenciado muito no time de Cuiabá, a vergonha de um estadio lotado como a muito tempo não se conseguia. Parabéns a Equipe de Jorginho Musse pela transmissão.

CRÉDITOS: G1;VEJA,ADALTO CARNEIRO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here