Uma mulher de 46 anos foi presa na noite de quarta-feira (10) no Shopping 3 Américas após jogar um copo de cerveja contra o funcionário de um restaurante e agredir uma testemunha depois de seu cartão ter sido recusado no caixa do estabelecimento. No momento da prisão, ela xingou e ameaçou os policiais dizendo que iria matá-los.

De acordo com a Polícia Militar, a agressora estava em um dos restaurantes da praça de alimentação do shopping ingerindo bebida alcoólica. Quando foi pagar a conta, a senha do cartão deu erro e o funcionário informou sobre o ocorrido.

A mulher perdeu a razão, começou xingar o trabalhador e jogou um copo de cerveja contra o rapaz. A bebida caiu no computador do estabelecimento. Uma testemunha que estava próxima tentou acalmar a situação e disse que o funcionário não tinha culpa do problema dela. A agressora então partiu para cima da mulher, puxou seus cabelos, arranhou seu braço e deu um soco na boca.

Os funcionários do restaurante acionaram a PM, que foi até o local e conversou com as partes. A agressora começou a xingar e ameaçar os militares, dizendo que “iria tirar a patente destes policiais”, que “isso não iria ficar assim, pois, ela ia denunciar os agentes”, e que “quando saísse do presídio ia atrás dos militares para matá-los”.

A mulher teve que ser imobilizada pelos policiais e foi algemada. No caminho para a Central de Flagrantes, ela continuou fazendo ameaças, chamando os agentes de “lixo” e que “não honra a farda que usa” e que “iria tirar a farda dos policiais”. Ela ainda chutou a perna de um dos soldados.

Já na Delegacia, ela continuou com os xingamentos e ameaças de morte aos policiais. O escrivão da PM lembrou que no ano passado, a agressora havia sido presa após tentar matar o marido durante uma briga em casa. Na ocasião, a mulher teria se oferecido sexualmente para o policial para não ser presa.

Ela vai responder por lesão corporal, desacato, ameaça, injúria real, desobediência e resistência.

JOAO AGUIAR (reportermt.com.br)