Mesmo com as medidas anunciadas pelo presidente Michel Temer atendendo as reivindicações dos caminhoneiros, a categoria ainda mantém os manifestos em 30 trechos nas rodovias federais e estaduais de Mato Grosso, na manhã desta segunda (28). A Polícia Rodoviária Federal (PRF) não informou o local de cada um.

Além das rodovias federais, há registros de manifestação e aglomeração de caminhoneiros na MT-480 e MT-358, em Tangará da Serra (242 km de Cuiabá). O protesto que teve início na segunda (21) entra em seu 8º dia.

Na noite de domingo (27), o presidente anunciou seis medidas em resposta às reivindicações dos caminhoneiros, entre elas estão à redução de R$ 0,46 no preço do litro do diesel; a garantia de congelamento do preço do diesel por 60 dias; o estabelecimento de uma tabela mínima de frete, conforme previsto no PL 121; a garantia de que não haverá reoneração de folha de pagamento no setor; e reserva de 30% do transporte da carga da Conab para motoristas autônomos.

No protestos realizado no trecho sob concessão da Rota do Oeste, concessionária que administra as rodovias de Mato Grosso, está autorizada a passagem de veículos de passeio, ônibus, ambulância e de carga viva e perecíveis.

Veja os locais onde há protestos, segundo a concessionária:

Rondonópolis, BR-163 (km 95 e km 119)

Nova Mutum, BR-163 (km 593 e km 601)

Lucas do Rio Verde, BR-163 (km 686 e km 691)

Sorriso, BR-163 (km 746 e km 750)

Sinop, BR-163 (km 821)

Jaciara, BR-364 (km 269)

Distrito Industrial de Cuiabá, BR-364 (km 398)

Cuiabá, BR-070, km 504 da BR-070 (rodovia dos Imigrantes)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here