O promotor de Justiça Wagner Cezar Fachone, do Ministério Público do Estado (MPE), defendeu que a abertura de novos postos de vacinação em Cuiabá trará menos risco a saúde – pois evitará aglomerações – e irá acelerar o processo.

Comparada a Campo Grande, Capital do Mato Grosso do Sul, Cuiabá tem realizado uma vacinação pífia. Por lá, já foram vacinados 115,9 mil doses enquanto Cuiabá vacinou 60 mil pessoas. Os dados são do Ministério de Saúde divulgados na tarde desta quinta-feira (1).

A defesa do promotor foi feita em ação civil pública que pede para a Justiça obrigar a Prefeitura de Cuiabá a abrir novos postos de vacinação contra a Covid-19.

Atualmente, Cuiabá concentra a vacinação apenas no Centro de Eventos do Pantanal.

“Sem dúvida alguma, a regionalização por polos, além de acelerar a vacinação, reduziria a aglomeração de pessoas e o tempo de espera dos idosos, e, proporcionaria a essa parcela da população de longevos a proteção à sua dignidade, garantido pelo Estado por meio de normas”, disse o promotor – veja a íntegra AQUI.

Na ação, o promotor lembrou que a Prefeitura de Cuiabá tem argumentado que não abre mais postos de vacinação por que recebe um número pequena de vacinas.

“Alega, apenas e tão somente, a escassez de doses. Contudo, essa escassez é relativa, porquanto tem se veiculado na imprensa a compra e a remessa de novas quantidades para o Estado de Mato Grosso, que são repassadas imediatamente para os municípios”, defendeu o promotor.

O promotor se refere ao último carregamento de vacina recebido pelo Estado de Mato Grosso do Governo Federal. Na quinta-feira (1º), mais 113 mil doses chegaram no Estado, sendo 104 mil da CoronaVac e 9.250 da AstraZeneca.

Essas doses ainda não foram distribuídas para os municípios.

Audiência de conciliação

Pressionado pelas ações propostas pelo Ministério Público Estadual (MPE) e pelo Judiciário, o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), anunciou medidas para aumentar o rigor no combate à Covid-19.

A decisão ocorreu após uma audiência promovida pelo Tribunal de Justiça na tarde de quinta-feira (1º).

Entre as ações tomadas pelo prefeito, está a apresentação, até a próxima segunda-feira (5), de um plano de expansão dos locais de vacinação em Cuiabá.