Missão Covid

Há um ano, um grupo de médicos criou um site para atender pacientes que estão com sintomas de Covid-19. Em Mato Grosso, mais de 1,2 mil pessoas se consultaram virtualmente, e no Brasil já foram mais de 100 mil pacientes.

O cardiologista Leandro Rubio é um dos médicos voluntários. Ele explicou que as consultas podem ser feitas por meio de vídeo chamada e são gratuitas.

“A gente criou um site que é possível realizar atendimento através da vídeo chamada, da telemedicina e de graça com um médico voluntário. Então é um projeto super simples, porém com uma capacidade enorme de ajudar”, explicou.

No estado, a saúde está em colapso pela segunda vez. Para quem precisa de atendimento neste momento pode demorar, mas quem está com sintomas leves, pode ser atendido por meio da plataforma em um dia agendado.

O projeto se tornou cada vez mais conhecido e contou com a contribuição de mais de 1,4 mil médicos de diferentes especialidades e localidades do país.

“Estamos com uma demanda absurda, temos muitos pacientes pedindo atendimento, a gente não da conta de atender todo mundo, infelizmente. A gente precisa de mais médicos, é um trabalho muito gratificante”, disse Leandro.

O site foi desenvolvido em poucos dias e o líder de desenvolvimento, Júlio Sousa, criou uma infraestrutura para que a plataforma seja segura.

“Por trás disso tudo a gente tem uma infraestrutura rodando, todo um serviço com segurança, criptografia de dados, tem uma série de coisas pra manter a plataforma segura”, ressaltou.

De acordo com Júlio, ele já participou de outros projetos sociais e participar de mais um está sendo muito satisfatório.

“Foi maravilhoso, eu já tinha participado de alguns projetos sociais voltado a desenvolvimento e tecnologia. Tivemos que fazer o mais rápido possível para conseguir segurar ao pessoal e tentar atender o máximo de pessoas possíveis pra que elas não precisassem sair de casa sem motivo”, disse.

No site, é possível ver as orientações para a realização das consultas, informativos sobre os sintomas mais comuns da Covid-19 e quais medidas de biossegurança são utilizadas para evitar o contágio.

Para ser atendido basta entrar no site e fazer o cadastro com os dados do paciente e depois ser atendido por vídeo chamada.