O vereador por Cuiabá Luiz Fernando (Republicano) afirmou que a aplicação de vacinas contra a Covid-19 em Cuiabá tem sido realizada com diversas falhas.

Segundo o parlamentar, que é médico ortopedista e presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal, o principal erro foi a centralização da imunização, que começou a mudar nesta segunda-feira (12) com a abertura de novos pontos.

“O que vejo é que a vacinação na Capital tem várias falhas. Uma delas é a respeito da quantidade de doses que tem vindo a Cuiabá, que são muito baixas. A centralização da vacinação é outro ponto”, disse.

O que vejo é que a vacinação na Capital tem várias falhas. Precisamos evitar aglomerações
“Precisamos evitar as aglomerações. Uma sugestão é de que ampliasse também o horário, numa espécie de ‘corujão’”, emendou.

Outro ponto falho na aplicação do imunizante na Capital é sobre o agendamento. O parlamentar disse que comparece periodicamente ao Centro de Eventos e ouve relatos da dificuldade de acessar o sistema para agendamento da vacina

“Nem todos tem acesso a internet, principalmente quando se trata de idosos. E o que eles [Prefeitura] falam é que vai melhorar o sistema de agendamento e que quando a pessoa não consegue, pode agendar nas unidades básicas da Saúde. Mas há uma falha de comunicação”, disse.

Ações lentas

Para o vereador, a solução dada pela Prefeitura aos problemas vem de maneira lenta. O anúncio da descentralização da vacina, por exemplo, ocorreu há mais de dois meses após o início da campanha.

“É preciso tomar medidas mais enérgicas, de forma rápida. A gente toma como exemplo outras cidades, de Mato Grosso inclusive, que abriram rapidamente a vacinação por drive thru. Aqui em Cuiabá demorou muito para se fazer”, disse.

“Eu venho batendo em cima da tecla de descentralizar, de evitar aglomerações, da questão do próprio agendamento. As decisões tomadas estão ocorrendo de forma muito lenta”, completou.