Presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, o deputado estadual Eduardo Botelho (DEM) disse não acreditar na saída do governador Mauro Mendes do Democratas. Segundo ele, Mendes tem condições para articular uma campanha à reeleição, num grupo que o acompanha desde o primeiro ano de mandato.

“Eu espero que ele se candidate à reeleição para dar continuidade ao trabalho que está realizando. Torço pra isso. Eu não vou sair do DEM e não vejo motivo para ele sair. Ele está num partido de amigos, que o apoia desde o início”, disse.

A saída de Mauro Mendes está sendo cogitada via convite do ex-presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia (RJ). O governador e outros figuras de peso podem receber convite de Maia para acompanhá-lo.

Nesta terça-feira (9), Maia tem um encontro com o governador de São Paulo, João Dória, para abrir conversa sobre sua transferência para o PSDB, de olho numa campanha à Presidência em 2022.

Botelho afirma que o problema que leva à saída de Maia do DEM faz parte do “erro estratégico” dos democratas, que “ficaram muito tempo como partido fisiológico, apoiando qualquer governo atrás de cargo”.