Olhar Direto

Apesar da alta demanda e do pedido de alguns deputados, o governador Mauro Mendes (DEM) não pretende colocar o Centro de Triagem da Arena Pantanal, em Cuiabá, também em funcionamento aos domingos ou 24 horas por dia. O democrata ressalta que a realização de testes Covid-19 é uma responsabilidade da atenção básica, conduzida pelos municípios.

Atualmente, o serviço é ofertado de segunda a sábado, das 7h às 17h. São entregues até 650 senhas, das 6h às 6h45. Além dos testes, o governo oferta atendimento médico e distribuição de medicamentos para quem está infectado.

“Não posso ampliar mais, o que precisa é funcionar a atenção básica nos municípios, inclusive de Cuiabá. Não posso daqui a pouco fazer 100% do serviço da atenção básica. Já estamos dando uma colaboração, não posso assumir esses serviços como se fosse uma responsabilidade objetiva do governo do estado”, disse, em conversa com a imprensa na manhã desta terça-feira (23).

De acordo com Mauro, o governo estadual tem apoiado financeiramente os prefeitos. Cita o pagamento de R$ 70 milhões referente a dívidas com os municípios deixadas pela gestão de seu antecessor Pedro Taques (Solidariedade).

Além disso, ressalta parceria firmada nas últimas semanas, para a distribuição de 500 mil testes. “250 mil testes já foram comprados. É uma responsabilidade dos municípios e o estado está colaborando, mandando recursos e testes. Eles têm que fazer a parte deles, tenho certeza que a maioria dos bons prefeitos irá fazer a sua parte”.

Desde o ano passado, quando o centro foi instalado, Mauro tem críticado o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB). Afirma que o serviço tem alta procura, pois a Prefeitura da Capital não faz sua parte na atenção básica.