A narrativa da “lacrolândia” é no sentido de que a vacinação no Brasil segue “lenta” e a do Reino Unido é “exemplar”, mas a análise dos dados proporcionais mostra que o ritmo de imunização nos dois países é similar, quase idêntico. O Brasil atingiu, após 130 dias de campanha, a marca de 10,3% da população imunizada com duas doses. O percentual foi obtido por britânicos 123 dias após a primeira dose. A “lacrolândia” também mente quando sustenta que vacinação no Brasil está “atrasada”. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

A comparação com outros países desenvolvidos é ainda mais favorável ao Brasil. A rica Alemanha, precisou de 137 dias para imunizar 10,3%.

A França, do posudo Emmanuel Macron, não fez melhor que o Brasil. Chegou a 10,3% de imunizados nos mesmos 130 dias.

Tão afetada pela pandemia quanto o Brasil, a Itália segue a mesma toada e precisou de 127 dias para imunizar 10,3% dos italianos.

Nossos vizinhos argentinos não sofrem tantas críticas de sua imprensa, que por vezes exalta o Brasil, mas só imunizaram 5,5% em 150 dias.