O governador Mauro Mendes afirmou nesta terça-feira (23) que espera resposta positiva para a compra de 1,2 milhão de doses de vacina contra a Covid-19 para Mato Grosso.

A declaração foi dada durante visita à Assembleia Legislativa para entrega de projetos que visam a antecipação de feriados estaduais e a adoção de punições mais graves para quem desrespeita as medidas restritivas em vigor no Estado.

“Não gosto de jogar ideias ao vento, anunciar coisas que ainda não estão concretizadas. Posso garantir que existe uma alternativa que parece que dará certo, porém, eu espero concretizá-la para depois anunciá-la”, afirmou.

“Essa tratativa é para compra de 1,2 milhão [de doses]”, disse.

Posso garantir que existe uma alternativa que parece que dará certo, porém, eu espero concretizá-la para depois anunciá-la
Há pelo menos três meses o governador trava conversas e faz visita a laboratórios na tentativa de adquirir vacinas para a população mato-grossense, mas encontrava como principal entrave o fato de que as tratativas estavam sendo feitas, até então, apenas a nível nacional, com distribuição via Plano Nacional de Imunização.

No início de março, porém, a Câmara dos Deputados aprovou e o presidente Jair Bolsonaro sancionou uma lei que descentraliza a compra de vacinas contra a Covid-19 e facilita a aquisição dos imunizantes não só pela União, mas também pelos governos estaduais e municipais e pela iniciativa privada.

Vacinação

Painel do Ministério da Saúde aponta que, até a última atualização na sexta-feira (19), 195.261 vacinas – entre Coronavac e AstraZeneca – já haviam sido aplicadas no Estado, entre 1ª e 2ª dose.

Ao todo, pouco mais de 58 mil pessoas já receberam as duas doses necessárias para completar a vacinação – confira o painel completo AQUI.

Covid em MT

Até segunda-feira (22), a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou 289.823 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 6.938 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado. Na ocasião, o Estado bateu um triste recorde, registrando 125 mortes pela doença em 24 horas.