Olhar Direto

O secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, afirmou que ainda não há necessidade de o Centro de Triagem da Arena Pantanal passar a funcionar também aos domingos. O gestor afirmou que acredita que os municípios devem investir na atenção básica e informou, inclusive, que Cuiabá receberá recursos do Governo Federal para implantar outro centro de triagem na capital.

“Nós continuamos torcendo e esperamos que a atenção básica de saúde na grande Cuiabá possa ser melhorada para que possa diminuir o número de pessoas que vão até a Arena, então eu acho assim, se as unidades básicas de saúde funcionarem naquilo que foi programado, nós não temos necessidade de ampliar o atendimento na Arena”, afirmou Gilberto em entrevista na última semana.

“Nós não podemos assumir 100% a responsabilidade por essa ação. Mas eu torço para que tanto Cuiabá, Várzea Grande, os municípios que estão aqui na baixada cuiabana consigam operacionalizar o seu Centro de Triagem”, completou. Gilberto afirmou, ainda, que o Governo Federal colocou recursos à disposição e que Cuiabá se credenciou para tanto.

“Espero que isso funcione. Mas nesse momento nós ainda não vamos ampliar o horário de funcionamento da Arena até porque para isso precisa ter um quadro robusto de profissionais disponíveis e a maioria dos profissionais está atuando nos hospitais, em todas as frentes de atendimento à Covid-19”, finalizou o secretário.

Outro lado 

A Prefeitura de Cuiabá afirmou que a informação de Gilberto não procede, e disse que “O que ocorre é que está sendo elaborado um plano de ampliação da rede de combate à pandemia na atenção básica, que ainda será apresentado ao prefeito e divulgado em breve”.

O que diz a SES

A Secretaria de Estado de Saúde confirmou a informação de que “de acordo com informações do Fundo Nacional de Saúde (FNS), o município de Cuiabá recebeu valores relacionados às Portarias nº 361 e nº 3.874, que tratam da criação de Centros Comunitários de Referência para Enfrentamento da Covid-19”.

Veja as informações que constam do site do Governo Federal AQUI e AQUI.