O policial militar aposentado Juvelino da Silva Lara, conhecido como “Tenente Lara”, morreu na manhã desta quarta-feira (7), aos 72 anos, em decorrência da Covid-19, em Cuiabá.

A informação foi confirmada pelo sobrinho do tenente, o coronel da PM Antônio Nivaldo de Lara Filho.

Segundo ele, seu tio estava internado na UPA Morada do Ouro, desde a segunda-feira (5), em decorrência da infecção.

A família ainda não definiu onde o corpo será enterrado.

O Tenente Lara, conhecido como “ás de ouro”, ganhou projeção ao apresentar programas policias na TV. Com personalidade forte e polêmica, ele se tornou uma figura folclórica.

Lara se candidatou, em várias ocasiões, para vereador em Cuiabá e deputado estadual, mas não venceu nenhuma disputa.

Em 2019, no Canal Vírgula, do Youtube, o Tenente foi entrevistado e contou a sua história no jornalismo policial de Mato Grosso.

Famoso pelo uso de cacete na TV, Lara disse que foi copiado pelo apresentador de TV Ratinho. “Ele copiou de nós. […] Tem gente usando cacete e não tem competência nenhuma”, disse.