Olhar Direto

Apesar de garantir que sua prioridade no momento é o enfrentamento à Covid-19 com a vacinação para a população de Cuiabá, o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) já mudou o discurso em relação às eleições de 2022. Segundo o emedebista, ele já foi convidado por seis partidos, e defende “um modelo diferente do que aí está ofertado ao Estado”.

Segundo Emanuel, ele já recebeu convites de Wellington Fagundes do PL, Nilson Leitão do PSDB, Emanuelzinho do PTB e outras três lideranças políticas que ainda não podia revelar o nome. O convite seria para mudar de partido e encabeçar a disputa pelo Palácio Alencastro nas próximas eleições. “Quero deixar claro que a minha prioridade é o enfrentamento à Covid-19 e a vacinação da população cuiabana. Essa é a prioridade e é a agenda 001 do prefeito de Cuiabá. Entretanto, forças políticas nos procuram e é natural que queiram discutir o processo”, afirmou, na tarde desta segunda-feira (3).

O prefeito afirmou que vai esperar o arrefecimento da pandemia para avançar as discussões políticas. “Mas eu defendo um modelo diferente do que aí está ofertado ao Estado, e um modelo que contemple as forças políticas democráticas, dos segmentos organizados da sociedade que vai desde o setor produtivo aos servidores públicos ativos e inativos e que possamos fazer, escrever uma agenda positiva para Mato Grosso com um novo modelo de desenvolvimento econômico e social para o estado. Então essa é a minha posição e dessa forma estamos conversando, trocando ideias, mas a prioridade é a vacinação da população”, completou.

Até algum tempo atrás, quando era perguntado sobre 2022, Emanuel respondia que seu intuito era de terminar o mandato como prefeito, mas que o futuro dependeria da vontade de Deus. O atual governador Mauro Mendes (DEM) também tem evitado falar sobre eleições, com o argumento de que seu foco agora é o enfrentamento à Covid-19.