O deputado federal Neri Geller (PP) registrou boletim de ocorrência contra Nilza Ramos Pires, uma mulher com quem teve um relacionamento no ano passado e contra Márcio Hister, ex-marido de sua noiva, Juliana Vieira. Ele alega estar sendo vítima de extorsão, calúnia, difamação e coação.

Geller apresentou aos policiais provas como mensagens de texto, áudio e WhatsApp que comprovariam os crimes. Segundo ele, os ataques ocorrem já há algum tempo e que, por isso, decidiu procurar as autoridades.

O deputado explica que se divorciou há mais de  2 anos e se relacionou com Nilza, que é ex-servidora da Secretaria de Meio Ambiente por apenas uma  noite. Já Márcio, foi casado com sua noiva por 10 anos e, segundo o parlamentar, o relacionamento era abusivo.

“Desde que assumimos publicamente nosso noivado, os ataques se intensificaram. Um homem com um passado desses, de todo tipo de agressão à mulher, à filha, à família e demais pessoas, deveria ter no mínimo vergonha”, assinalou.

O deputado explicou que os dois acusados agem de forma conjunta. Além das mensagens, ele é alvo de ataques de perfis falsos nas redes sociais. Isso tem atingido apoiadores políticos e sua família.

“Tive que tomar providências pela minha reputação e por respeito a todos que convivem comigo”, frisou.

O caso será investigado pela Polícia Civil.