Em menos de 30 dias e com um aumento acelerado dos casos de covid-19 na capital mato-grossense, a Unimed Cuiabá disponibilizou 94 novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), distribuídos nos centros hospitalares credenciados. Desde o dia 25 de fevereiro de 2020, o número de vagas passou de 153 para 247, um aumento de 62% em um mês. A cooperativa de saúde já estuda a abertura de novos leitos para os próximos dias e busca novas formas de atender às demandas.

“O trabalho de ampliação de leitos, principalmente os de UTI, é incessante. Infelizmente, a velocidade da pandemia está demonstrando o colapso da saúde na rede pública e particular”, ressaltou o diretor-presidente da Unimed Cuiabá, Dr. Rubens Carlos de Oliveira Jr.

De acordo com Rubens Carlos, somente na primeira quinzena de março foram disponibilizados 35 novos leitos de UTI com respiradores que, segundo ele, foram insuficientes com o avanço desenfreado da pandemia de covid-19.

A movimentação de ampliação das vagas nas Unidades de Terapia Intensiva foi acentuada no início de março com a transformação de 10 leitos semi-intensivos do Pronto-Atendimento da Cooperativa. Além disso, a Unimed Cuiabá elevou a contratualização de leitos com hospitais credenciados.

No Complexo Jardim Cuiabá houve um aumento de 19 para 34 leitos; na Femina, de 10 para 14; no Hospital Geral, de 7 para 10; Santa Rosa, de 37 para 54; São Judas, de 0 para 4; São Mateus, de 20 para 42; e Sotrauma, de 10 para 20 leitos de UTI.

O atendimento em Home Care passa por constante análise para a desospitalização dos pacientes. “Abrimos, nos últimos 15 dias, além das UTIs, mais 150 vagas para cuidados domiciliares de pacientes com covid-19. Destas, 78 estão ocupadas”, acrescentou Rubens Carlos Jr.