O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), reiterou que não defende a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, que será oficializada amanhã. Segundo ele, os parlamentares têm de discutir as reformas econômicas e estratégias de enfrentamento contra o coronavírus.

“O Congresso Nacional não pode ser delegacia neste momento”, observou, em entrevista ao Jornal da Manhã, da rádio Jovem Pan, nesta segunda-feira, 26.

“É perda de tempo. Uma CPI neste momento não vai diminuir o número de mortos em razão do patógeno, tampouco aumentar a quantidade de vacinas. Precisamos fazer leis que facilitem a vida dos brasileiros”, acrescentou Lira, ao mencionar a reforma tributária, cujo texto inicial será discutido na semana que vem.